Site Antigo

04/11/2013 10h00 - Atualizado em 04/11/2013 10h00

Campus da Unifesp na zona leste terá cursos de engenharia e saúde

Objetivo Guarulhos
Curso pré-vestibular

Mesmo sem prazo para inauguração, o campus da zona leste da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) começa a tomar corpo. A direção da universidade elegeu, após conversas com a comunidade e estudos, as áreas de ensino da unidade. As análises levam para dois eixos: um ligado a temas da cidade e mobilidade, com cursos de engenharia, e outro de saúde.
Na área de saúde, os cursos que devem ser criados são de farmácia (voltado para biotecnologia), fonoaudiologia e biomedicina. Graduações como enfermagem e fisioterapia chegaram a ser cogitadas, mas, em reuniões com lideranças da zona leste, as opções foram abandonadas por já haver oferta desses cursos na região.
Dívida histórica
“Existe uma dívida histórica de cursos públicos na região e nossos estudos mostram que há essa demanda por áreas de exatas e saúde”, explica a reitora da Unifesp, Soraya Smaili.
Para desenhar a linha pedagógica da Unifesp ZL, a reitoria fez um estudo sobre o ensino superior na região. Quase metade dos cursos é das áreas de ciências sociais aplicadas ou multidisciplinares. Além disso, 97% dos 433 cursos estão em instituições privadas.
Ampliar
Conheça as 20 universidades federais com maior número de vagas 20 fotos 1 / 20
1º lugar – A UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) é a universidade federal com maior número de vagas para cursos presenciais, (9.090), segundo o Censo da Educação Superior de 2011. A UFRJ possui três campi: Cidade Universitária, localizado na Ilha do Fundão; Praia Vermelha, situado no bairro da Urca; e Macaé. O candidato que deseja ingressar na UFRJ em 2014 deve, obrigatoriamente, estar inscrito no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2013 Leia mais Marco Fernandes/CoordCOM – UFRJ
As únicas graduações públicas são do campus Leste da USP (Universidade de São Paulo). São dez graduações e a unidade aprovou um curso de engenharia. Sem a oferta de formações tradicionais, a USP Leste sempre foi criticada por não atender às necessidades da região.
A reitora Soraya ressalta que as discussões vão determinar ainda os formatos. “Vamos discutir se serão cursos tradicionais ou bacharelados interdisciplinares, em que a entrada é comum e depois se segue para áreas específicas.”
Segundo Soraya, nem tudo estará totalmente pronto para iniciar as atividades, da mesma forma que a abertura de graduações não será, necessariamente, de uma só vez. Entretanto, a reitora mostra preocupação em não repetir erros de outras unidades, como Guarulhos, inaugurada em condições precárias. “Haverá planejamento”.
As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.
0 Comentários
Objetivo Guarulhos

Av. Tiradentes, 1.425 - Centro - Guarulhos - SP

contato@objetivogru.com | (11) 2464-0077


Atendimento
Segunda a Sexta das 08h00 às 21h00
Sábado das 08h00 às 17h00